sábado, 14 de julho de 2007

Porquê parou? Parou por quê?

Estamos vivendo época de opressão e de censura na cidade. E mais um exemplo disto foi atitude do admistrador Edis de Oliveira ao enviar a polícia para encerrar um festival de rock em comemoração da Semana do Meio Ambiente.
Este evento também encerrava o projeto "Saga das Bacias" financiado pelo Ministério da Cultura e realizado pela COPA - Cooperativa dos Operários das Artes, com apoio da AMIVER. Mesmo ocorrendo vários eventos pela cidade nessa mesma noite, como o Rodeio e o Show de Som Automotivo - que cobravam entrada, este encontro de bandas de rock do Distrito Federal foi o único que foi encerrado a pedido do administrador.

O local escolhido para a realização do Show das Bandas de Rock, assim como para as atividades do projeto "Saga das Bacias" foi a
Rodoviária de Brazlândia. Essa escolha não foi por acaso. Como se encontra esta rodoviária???? Qualquer morador de Brazlândia pode responder rapidamente: suja, abandonada, sem segurança - principalmente à noite, e acolhendo nos seus bancos pessoas que não tem onde dormir... Esta é a nossa Rodoviária - sem precisar falar de novo dos ônibus, porque se não, já viu, né????
Mas foi nesse espaço popular, aberto a todos, que o projeto "Saga das Bacias" se instalou e durante duas semanas promoveu oficinas de arte para crianças e adultos, atendendo grupos escolares e oferencendo à comunidade uma exposição de pinturas e esculturas de artistas locais, além dos trabalhos do artista plástico e músico Randesmar.
O Show de Bandas de Rock, inteiramente gratuito, foi o fechamento do projeto, já previsto em plano de trabalho junto ao Ministério da Cultura. Não entendemos porque exatamente este Show, popular e gratuito, teve de ser encerrado, se há poucos metros de distância tínhamos ao mesmo tempo acontencendo: um forró dentro da rodoviária, um rodeio e um show de som automotivo. Afinal, qual foi o motivo, se todos os participantes do show estavam bem, sem confusões, sem brigas ou qualquer coisa que pudesse depor contra o bom comportamento social? O direito de festejar, reivindicar e mostrar alternativas é um direito garantido constitucionalmente. Ao mesmo tempo é estranho que a polícia tenha vindo encerrar o show sem ao menos a presença de um fiscal, ou mesmo apresentando as razões para o seu encerramento. Esse tipo de ação é autoritária mesmo, não vamos tapar o sol com a peneira, e por isso não dá para calar.
Por último, a Secretaria de Cultura de Brazlândia tinha conhecimento sobre o Projeto "Saga das Bacias" e concedeu a permissão para o funcionamento do mesmo na área da Rodoviária. Infelizmente não temos fotos de quando a policia chegou. Mas o ato está gravado na mente de todos que lá estavam...

Assim, fica a pergunta: PORQUE O SHOW FOI INTERROMPIDO? Porquê parou?Parou por quê?




Um comentário:

Srnide disse...

A vida nos promove algumas peças,pois quem diria que um empresário no qual o Arruda falou no comicio no assentamento que não iria escolher. Esta chefiando a cidade que amamos.